verifica
Dólar
Euro
Dólar
Euro
Dólar
Euro

Região dos Lagos

Turista morto a pauladas em praia de Cabo Frio foi espancado por cerca de 15 homens após primo derrubar guarda-sol, diz Polícia

Corpo de Rodrigo Pereira, que era morador de Queimados, foi liberado do Instituto Médico Legal de Cabo Frio e vai ser enterrado nesta segunda-feira (12). 'Espancaram-no como se fosse um animal', diz irmão.

Foto: Divulgação / Redes Sociais
Foto: Divulgação / Redes Sociais

O turista Rodrigo Pereira Canust, morto a pauladas na Praia do Forte, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, foi espancado por cerca de 15 homens, segundo a Polícia Civil, depois que o primo da vítima encostou e derrubou um guarda-sol.

Segundo a Polícia Civil, a família disse que um grupo de barraqueiros já estava incomodado com a presença de Rodrigo e parentes no local, que ocuparam parte da areia com a própria barraca.

Três suspeitos de envolvimento na morte de Rodrigo Pereira foram presos em flagrante por policiais militares ainda na noite de sábado (10). A Polícia Civil segue com as investigações e busca pelos demais suspeitos.

O corpo da vítima, que morava em Queimados, foi liberado do Instituto Médico Legal (IML) de Cabo Frio no domingo (11) e será enterrado nesta segunda-feira, às 14h, no Cemitério da Envida, no Rio, segundo a família.

"É revoltante que algumas pessoas que trabalham na praia acreditem ser donas do local e tenham tirado a vida do meu irmão devido a uma disputa por uma tenda. Espancaram-no como se fosse um animal". Hoje estamos aqui para buscar o corpo dele. Ele saiu de casa para se divertir e agora temos que levar seu corpo de volta, desabafou Wanderson Aguiar, irmão da vítima.


Amigo à esquerda e irmão da vítima à direita - Foto: Mariana Couto

A agressão ocorreu, ainda segundo a família, na frente da filha do rapaz, de 14 anos.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe estava em patrulhamento na área quando percebeu um desentendimento no mesmo local onde o videomonitoramento da PM já havia notado uma pessoa ferida no chão, na altura do Bolsão da Juju. Ao se aproximarem, os policiais viram a vítima caída, com ferimentos graves na cabeça.

Rodrigo foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu no Hospital Central de Emergência (HCE).

Estava de madeira usada na agressão contra Rodrigo Pereira — Foto: Policia Militar

Estaca de madeira usada na agressão contra Rodrigo Pereira - Imagem: Policia Militar

Comentários

Leia estas Notícias

Acesse sua conta
ou cadastre-se grátis