Dólar
Euro
Dólar
Euro
Dólar
Euro

Estupro

Homem denuncia ex de estuprá-lo com vibrador e divulgar vídeo da cena; entenda

Vítima procurou a Polícia Militar de Muriaé para registrar a ocorrência

Imagem de destaque da notícia

Um homem de 37 anos, cuja identidade não foi revelada, denunciou a ex-namorada por suposto estupro com um vibrador em Muriaé, em Minas Gerais (MG). A Polícia Civil local está investigando o caso, que teria ocorrido na última quarta-feira (05), apesar do término do relacionamento há cerca de 1 mês.

Conforme registrado na ocorrência, o homem relatou que namorou a suspeita por dois anos, mas que o relacionamento chegou ao fim devido a crises de ciúmes, agressões e comportamentos indevidos por parte da mulher. Segundo o homem, a ex não aceitou o término e até danificou o carro dele. O ocorrido também foi denunciado às forças de segurança.

Na última quarta-feira (5 de junho), a vítima contou que encontrou um vídeo nas redes sociais que foi gravado pela ex, onde ela aparece introduzindo um vibrador no ânus dele. Ainda de acordo com a ocorrência, o homem alegou que nas imagens ele aparece sonolento, dopado e tentando afastar o acessório. No entanto, a mulher sorri e diz que estava "doida pra jogar na internet".

A suspeita do homem é de que a mulher tenha colocado remédios na bebida que ele consumiu no dia da gravação. Ele alegou que faz uso de medicamentos controlados e que a ex sabia disso, logo acredita que a atitude foi proposital.

"Ridicularizar"

Desde que o vídeo começou a circular nas redes, o homem disse que vem sofrendo humilhações e está constrangido. Ele informou ainda que a ex mandou a gravação para ele: "Falei que tinha um vídeo seu e que iria te ridicularizar".

Depois disso, ela teria enviado nova mensagem, mas, desta vez, pedindo desculpas e pedindo para que o ex-namorado não a denunciasse. Caso contrário, ela iria alegar que havia sido agredida, pois "a lei é a favor da mulher".

A vítima foi orientada pela PM sobre as providências a serem tomadas. A ocorrência foi encerrada na 31ª Delegacia de Polícia Civil de Muriaé. A Polícia Civil foi procurada, e o posicionamento é aguardado.

Comentários

Leia estas Notícias

Acesse sua conta
ou cadastre-se grátis