Dólar
Euro
Dólar
Euro
Dólar
Euro

São Gonçalo

Mãe e filho, vítimas da explosão de uma lancha em Cabo Frio, recebem alta

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Nayara Tauslane Andrade, de 22 anos, e o filho Jean Andrade, de um ano e cinco meses, vítimas da explosão de uma lancha em Cabo Frio, na Região dos Lagos, no dia 17 de junho, receberam alta médica na tarde desta segunda-feira (08) do Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), em São Gonçalo. A família seguiu para casa, no Espírito Santo.

Durante os 16 dias em que ficaram internados no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Heat, eles apresentaram quadro de saúde grave. Entubado, o pequeno Jean chegou a unidade de aeronave do Corpo de Bombeiros, enquanto Nayara e outras três vítimas seguiram de ambulâncias.

Nayara passou por cuidados médicos – desde o clínico geral ao cirurgião plástico – e foi apresentando melhoras ao passar dos dias. Jean precisou de um cuidado maior, mas encontrou todo o suporte no setor de pediatria do hospital, referência no tratamento de pacientes de alta complexidade.

Mas a tão esperada alta médica foi de muita emoção, tanto para a família quanto para a equipe do hospital, que acompanhou o processo desde o início. "É gratificante ver a recuperação de mãe e filho. Este momento enche o nosso coração de alegria", garantiu a enfermeira Cintia Lessa, da Comissão de Curativos do Heat.


Nayara, junto a família, agradeceu a Deus pela vida e disse estar feliz em deixar o hospital ao lado do filho. "Foram dias difíceis, de incertezas, mas de muitas orações e luta. Mas estamos indo para casa e o momento é de agradecer a Deus e a todo equipe deste hospital que cuidou da gente".

Comentários

Leia estas Notícias

Acesse sua conta
ou cadastre-se grátis