Casos de dengue na cidade de São Paulo chegam a 7.230

A cidade de São Paulo já registra 7.

Por Ricardo Marcogé em 24/05/2023 às 13:48:04

A cidade de São Paulo j√° registra 7.230 casos de dengue este ano, com a confirmação de quatro mortes, segundo os dados do boletim de arboviroses da prefeitura da cidade, divulgado na quarta-feira (18). No mesmo per√≠odo do ano passado, houve 10.292 casos confirmados e no ano inteiro foram 11.920, com dois óbitos.

De acordo com as informações da prefeitura, todos os casos de morte são de pessoas residentes na zona norte da capital.

Uma morte é de uma mulher, de 19 anos de idade, sem comorbidades, moradora de Santana, com in√≠cio dos sintomas em 18 de abril e internação em um hospital privado no dia 22 do mesmo m√™s. Ela morreu no dia seguinte.

Outro óbito é de um idoso de 94 anos de idade, com comorbidades, também residente em Santana, com in√≠cio dos sintomas em 9 de abril, sendo internado em um hospital privado no dia 13 do mesmo m√™s, e morrendo no mesmo dia.

Também foi registrada a morte de uma mulher de 47 anos, com comorbidades, residente na região da Casa Verde/Cachoeirinha, com in√≠cio dos sintomas em 16 de janeiro e data do óbito no dia 24 de janeiro. A outra morte foi de uma mulher de 31 anos, moradora da Vila Maria, que apresentou sintomas em 5 de abril, foi internada em um hospital privado e morreu cinco dias depois.

A Secretaria Municipal da Sa√ļde (SMS), por meio da Coordenadoria de Vigil√Ęncia em Sa√ļde (Covisa), disse, por meio de nota, que tem investido continuamente no Programa Municipal de Combate à Dengue e demais Arboviroses. Uma das ações teve in√≠cio em abril com a instalação de 20 mil armadilhas de autodisseminação de larvicidas, inicialmente em distritos espec√≠ficos da cidade com histórico de maior incid√™ncia de casos de dengue.

"Mais de 14 mil armadilhas j√° foram instaladas. Os equipamentos são montados para que as f√™meas do Aedes aegypti, respons√°veis pela disseminação da doença, distribuam o produto em seus criadouros após contato com o larvicida das armadilhas, a fim de eliminar o mosquito ainda em est√°gio larval", informou a secretaria.

Ações

No dia 10 de maio, a Secretaria de Sa√ļde realizou uma ação para intensificação de combate ao mosquito com visitas em 7 mil imóveis. No dia 18 de maio, a secretaria reforçou a frota de combate ao mosquito com mais sete picapes leves com equipamentos de dispersão dos inseticidas, dobrando a capacidade operacional na região.

No s√°bado (20), a prefeitura realizou o segundo mutirão de combate à dengue, com mais de 95 mil ações, entre visitas casa a casa, para identificação e eliminação de criadouros, nebulização com inseticida e orientações à população local sobre cuidados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

"Simultaneamente aos movimentos, a SMS reforça que o apoio da população é fundamental para combater os focos do mosquito, com medidas como: guardar pneus em locais cobertos, lavar os potes de √°guas dos animais com esponja e sabão, duas vezes por semana; eliminar ou furar os pratinhos dos vasos de plantas; furar, tampar ou guardar em local protegido da chuva os demais recipientes que possam acumular √°gua, tampar ralos, vasos sanit√°rios, barris, tambores, tanques e caixas d'√°gua; limpar calhas e lajes, manter as sa√≠das de √°gua desobstru√≠das; deixar latinhas, potinhos e outros recipientes recicl√°veis em local coberto", recomenda a secretaria.

Comunicar erro
Publicidade Legal

Coment√°rios

Shopee